FACHIN NEGA INCLUIR TEMER EM INQUÉRITO SOBRE PMDB

11 AGO 2017
11 de Agosto de 2017

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, negou pedido da Polícia Federal e da Procuradoria Geral da República para incluir o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco no inquérito que apura a suposta formação de organização criminosa por deputados e ex-deputados do PMDB para desviar recursos da Petrobras e de outras estatais.

Na decisão, Fachin considerou desnecessária a inclusão do presidente neste inquérito porque entendeu que Temer já é investigado pela mesma suspeita em inquérito autorizado a partir das delações da JBS.

Para o ministro, é "desnecessária a inclusão formal dos nomes como requerida pela própria autoridade policial, considerando a apuração já autorizada no Inquérito 4.483".

Voltar