SEGUNDO EQUIPE ECONÔMICA DO GOVERNO REGRA DE OURO É ASSUNTO PARA 2019

09 JAN 2018
09 de Janeiro de 2018

Segundo estimativas da equipe econômica, o governo precisa ter entre R$ 150 bilhões e R$ 200 bilhões para o cumprimento da regra de ouro em 2019. Os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, concederam entrevista coletiva na tarde desta segunda (8/1) para recuar na discussão sobre o tema. Henrique Meirelles declarou que não é uma debate “adequado” para este momento, na medida que não se tem uma proposta concreta sobre o tema, alegando que “a prioridade é resolver a situação fiscal do país, que é agora concretizada pela votação da reforma da Previdência”. Contudo, a equipe econômica destacou a necessidade para a tratativa do assunto ainda este ano, antes de 31 de agosto, quando o orçamento de 2019 é finalizado. “A decisão da pauta da Câmara é do presidente da Câmara, não há dúvida que é uma prerrogativa fundamental e regimental do presidente da Casa”, declarou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, destacando, porém, que o tema precisa ser abordado em 2018. “Surgiu em 2018 porque tem que ser elaborado, em 2018, o orçamento de 2019”, ressaltou o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. Apesar disso, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou, que a regra de ouro não será pautada em 2018.  Os ministros convocaram a entrevista coletiva de última hora nesta segunda. A determinação do Palácio do Planalto era para que alinhassem os discursos sobre o tema, diante da repercussão negativa. 

Voltar