ESTIMATIVA DO MERCADO É DE ROMBO DE MAIS DE R$ 150 BILHÕES NAS CONTAS DO GOVERNO EM 2018

11 JAN 2018
11 de Janeiro de 2018

Os analistas das instituições financeiras reduziram de R$ 155 bilhões para R$ 153,94 bilhões a estimativa para o déficit primário do governo neste ano, informou em nota, o Ministério da Fazenda nesta quinta-feira (11). A expectativa está no mais recente levantamento mensal feito pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, divulgado dentro do chamado "Prisma Fiscal". O déficit acontece quando os gastos do governo superam a arrecadação com impostos e tributos. Como se trata de um déficit primário, a conta não considera as despesas do governo com o pagamento de juros da dívida pública. O valor do déficit estimado pelo mercado está abaixo da meta, ou seja, do teto para o rombo nas contas públicas previsto para 2018, que é de até R$ 159 bilhões. Assim, para os analistas, o governo vai conseguir cumprir a meta fiscal. Para 2019, o mercado financeiro baixou de R$ 125,51 bilhões para R$ 120,96 bilhões a previsão para rombo das contas públicas. 

Voltar