DELEGADOS DA PF NÃO QUEREM EX-PRESIDENTE LULA NA SEDE EM CURITIBA

12 ABR 2018
12 de Abril de 2018

Delegados de Polícia Federal (PF) não querem Lula preso no prédio-sede da corporação em Curitiba. Por meio de ofício ao superintendente regional da PF no Paraná, delegado Maurício Valeixo, o sindicato da classe no Estado alega que a permanência de Lula no local provoca "transtornos e riscos à população e aos funcionários". Eles querem a transferência imediata do petista para "outro local" sob o argumento de que a PF não é "sob nenhum aspecto" lugar apropriado para cumprimento de sentença penal condenatória. O ex-presidente ocupa uma sala especial no último andar da PF desde sábado, 07/04, por ordem do juiz federal Sérgio Moro, que condenou o petista a 12 anos e um mês de reclusão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do triplex do Guarujá (SP). Desde a chegada de Lula, Curitiba virou foco de protestos a seu favor e contra. Grupos entraram em conflito e os policiais usaram bombas e balas de borracha para dispersar manifestantes ainda no sábado à noite, deixando pelo menos oito feridos.

Voltar