REUNIÃO EM IGUABA GRANDE FIRMA PARCERIAS PARA A FISCALIZAÇÃO NO PERÍODO DO DEFESO

09 AGO 2018
09 de Agosto de 2018

Autoridades ambientais e pescadores se reuniram nesta semana, na sede da Subsecretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca de Iguaba Grande, em um encontro realizado pela Câmara Técnica de Pesca do Comitê de Bacias do Lagos São João, que convidou a 7ª Unidade de Policiamento Ambiental – Upam Marítimo Fluvial, da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e a equipe de fiscalização do INEA – Instituto Estadual do Ambiente, com o objetivo de criar estratégias e estabelecer parcerias para intensificar o policiamento durante o Período do Defeso. Até o dia 31 de Outubro está proibido qualquer tipo de pesca na Lagoa de Araruama por causa do período do defeso, que visa proteger os organismos aquáticos durante as fases de reprodução. A pesca, nesse período, é considerada crime ambiental e quem infringir a lei poderá sofrer penalidades que podem variar de multa à perda de equipamento. O presidente do Comitê de Bacias, Leandro Coutinho, destaca o respeito que moradores e pescadores de Iguaba Grande têm durante o período do Defeso, mas adverte que é necessário somar forças com as entidades ambientais, pois existem áreas criticas que precisam de policiamento mais intenso, citando a Área 1, na entrada da Lagoa de Araruama, no Canal do Itajuru, e a Área 2 na Ponta do Ambrósio, ambas em Cabo Frio. Leandro Coutinho frisou que o Defeso existe há cinco anos e é fato que já melhorou muito a quantidade e qualidade do pescado, e que a tendência é só melhorar. Porém existem pessoas que não respeitam, por isso,  é preciso fortalecer as equipes de fiscalização.

Voltar