PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS PROVOCA QUEDA NO COMÉRCIO PELO MÊS CONSECUTIVO

10 AGO 2018
10 de Agosto de 2018

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), informou nesta sexta-feira (10/08), que as vendas do comércio varejista brasileiro caíram 0,3% em junho na comparação com o mês anterior. Este é o segundo resultado negativo consecutivo, acumulando perda de 1,5% em dois meses. A taxa de maio foi revisada para queda de 1,2% em vez de 0,6%, devido à paralisação dos caminhoneiros que causou desabastecimento e queda no consumo também no mês seguinte. Com o resultado de junho, o patamar de vendas do comércio varejista ficou 7,7% abaixo do nível recorde do setor, estabelecido em outubro de 2014. Em relação a junho do ano passado, o comércio varejista cresceu 1,5%. Foi a 15ª taxa positiva seguida, embora menor que a de maio (2,7%). No fechamento do segundo trimestre, o volume de vendas cresceu 1,6% - bem abaixo da alta de 4,3% registrada no primeiro trimestre do ano. No acumulado no ano, a alta foi de 2,9%, também abaixo do último semestre do ano passado, quando o setor acumulava alta de 4,2%. 

Voltar