RAPAZ É MORTO POR TIRO DE CANETA-REVÓLVER NO INTERIOR PAULISTA

17 AGO 2018
17 de Agosto de 2018

Um pintor de 24 anos foi morto em Castilho (SP) com um tiro no peito disparado por uma caneta-revólver. O autor do disparo, um estudante de 22 anos, se apresentou à polícia, e confessou o crime. Ele entregou a arma do crime à polícia. Uma dívida de R$ 2 mil teria motivado o homicídio. A vítima, Romário Cardoso de Oliveira, foi assassinada na noite de terça-feira (14/08), no bairro Laranjeiras. Ele foi abordado pelo acusado, que é seu primo, quando chegava em casa acompanhado da esposa de 18 anos e do filho de 2 anos. O suspeito estava de bicicleta e primeiro cobrou uma dívida referente à venda de um carro. Em seguida, efetuou o disparo e fugiu. O pintor foi socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital. No local do crime, peritos recolheram uma cápsula de calibre 22.

Voltar