A representatividade também é lucrativa?

 em Entretenimento

Uma das frases que é muito usada para criticar algumas produções que buscam a representatividade na cultura pop é “quem lacra não lucra”. Mas não é bem assim, os números dizem justamente ao contrário, já que o discurso representativo dentro do entretenimento faz com que esse público, até então esquecido, engaje e consuma cada vez mais essas obras, ou seja, lucro! Só para se ter uma ideia, o filme da Mulher-Maravilha, primeiro filme solo de uma super heroína mulher, arrecadou mais de 800 milhões de dólares. Outro exemplo é o filme do Pantera Negra, com um elenco majoritariamente negro o filme chegou a incrível marca de 1,3 bilhões de dólares, estando ainda entre as maiores bilheterias do mundo, além de ter sido indicado ao Oscar de Melhor Filme em 2019. Parece que quem lacra, além de dar voz a causas muito importantes, também lucra, né!

What do you want to do ?

New mail

Postagens Recentes
Clique aqui  para ouvir nossa programação
Baixar APP
close-image
Clique aqui  para ouvir nossa programação