Record terá que pagar indenização milionária após gravação de minissérie em Minas Gerais.

 em Entretenimento

A Record terá que pagar uma indenização de R$ 2 milhões por ter pintado  uma arte rupestre na cidade de Diamantina, em Minas Gerais, durante as gravações da minissérie bíblica Rei Davi, em 2012. Em sua defesa, a emissora afirmou que não é possível comprovar que o resíduo encontrado no local tenha sido colocado pela produção da minissérie, já que a prova pericial foi realizada 19 meses depois do encerramento das gravações, e que  a gravação gerou uma série de benefícios ao município, tais como o acréscimo no turismo e projeção nacional e que, por isso, não deveria pagar indenização por danos sociais. Como a condenação foi em segunda instância, o grupo ainda pode recorrer.

Postagens Recentes
Clique aqui  para ouvir nossa programação
Baixar APP
close-image
Clique aqui  para ouvir nossa programação